Palhaços de hospital, Trupe da Saúde faz turnê no Oeste até dia 14

Com 20 anos de experiência nos principais hospitais de Curitiba, a Trupe da Saúde estará no Oeste do Paraná

Postada em 13 dez 2019

Palhaços de hospital, Trupe da Saúde faz turnê no Oeste até dia 14

Com 20 anos de experiência nos principais hospitais de Curitiba, a Trupe da Saúde estará no Oeste do Paraná, de 11 a 14 de dezembro, para realizar visitas em hospitais em Medianeira, Cascavel e Foz de Iguaçu. O grupo de palhaçaria de hospital compartilhará sua metodologia de trabalho, reconhecida como Tecnologia Social, com pacientes e profissionais da região.

Na manhã de quarta (11), a Trupe da Saúde visita o Hospital do Câncer de Cascavel (Uopeccan). Depois, em Medianeira, as palhaças e palhaços visitam no dia 12 o Hospital São Carlos e, no 13, o Hospital e Maternidade Nossa Senhora da Luz. Encerrando a turnê da Trupe da Saúde no Oeste, no sábado, dia 14, a equipe visita pela manhã o Hospital Costa Cavalcanti.

Hoje, com 12 palhaças e palhaços profissionais, a Trupe da Saúde está integrada ao cotidiano de milhares de pacientes do SUS internados em Curitiba, visitando semanalmente os hospitais Pequeno Príncipe, Erasto Gaertner, Cruz Vermelha, Evangélico Mackenzie e Hospital de Clínicas da UFPR. Produzida pela ONG Unicultura desde 2001, a Trupe já atendeu 360 mil pessoas. A turnê no Oeste é promovida pela cooperativa Lar Agroindustrial.

Metodologia

O elenco é composto por profissionais das artes cênicas, com registro profissional e formação na área, selecionados pela coordenação artística para fazer parte do projeto. Com 20 anos de experiência dentro dos hospitais e sempre em constante atualização, a Trupe da Saúde, respeita as rotinas de higienização, precaução de contato e cuidados especiais de cada unidade médica.

Em duplas, as palhaças e palhaços visitam semanalmente os mesmos quartos, corredores e enfermarias, interagindo com pacientes de todas as idades, acompanhantes e equipes hospitalares. O foco são as intervenções artísticas, afetuosas e empáticas, atentas às necessidades do ambiente e de cada paciente, com base nas linguagens da palhaçaria, do improviso, da música e do brincar.

Todas as semanas, o elenco tem encontros de reavaliação das vivências do hospital, com aprimoramento técnico e terapêutico sob supervisão de psicólogo e da coordenação artística. Além do elenco, a Trupe da Saúde também conta com uma equipe nos bastidores do projeto. São profissionais de coordenação, produção, comunicação e serviços gerais que fazem o trabalho acontecer e fluir da melhor maneira possível.

Tudo isso é realizado por meio das Leis de Incentivo à Cultura, pelas quais empresas e pessoas físicas patrocinam e apoiam o projeto. O trabalho da Trupe da Saúde é acompanhado por pesquisadores, que buscam identificar nesta atividade resultados já observados no exterior: crianças mais ativas em seus tratamentos, aceitando melhor exames e medicamentos; mães, pais, cuidadoras e cuidadores ficam mais confiantes; e profissionais de saúde relatam diminuição do estresse no ambiente hospitalar.

CONFIRA A REPORTAGEM EM ÁUDIO

Comentar